Entrevista com Anne Rice ela fala sobre True Blood


 

 

Essa diva Vampiresca , foi uma das  pioneira à escrever livros do genero que fizessem sucesso. Começou escrevendo sob nomes fantasia, para depois adotar seu real nome como autora. Nascida em 1941 em New Orleans, reside hoje na California. E diz que sim, que é fã de True Blood…“Vampiros se tornaram um estilo, quase como o jeito cowboy do velho oeste americano .O que eu vejo acontecendo, com escritoras como Charlaine Harris e Stephenie Meyer, é a domesticação do vampiro.E eu estava mais interessada em uma figura poderosa do velho mundo, cheia de conhecimentos, experiência, e amplamente cercada por glamour e mistério. Eu queria manter o romance. Eu amei a idéia dessas pessoas ganhando sabedoria enquanto os outros envelhecem, e como isso pode lhes tornar ainda mais atormentados pelo fato de que eles realmente não pertecem mais a esse mundo e que eles caçam seres humanos, quem eles vêm a apreciar. Charlaine Harris está fazendo algo diferente, imaginando como seria se vampiros fossem legalizados em nosso mundo e você os tivesse vivendo na sua cidade sulina, e acho que ela recebe uma tremenda quantidade de energia a partir disso. Ela é muito espirituosa, há um monte de satira lá, e sobre a série da HBO, True Blood, há até um romance com o vampiro Bill”
O reporter ainda cita que a série é ambientada em seu estado natal Louisiana, e que ela usa metaforas para o que esta de fora, inclusive a comunidade gay e pergunta quais as idéias dela para usar o vampirismo como metafora para os excluidos.

“É um dado! O vampiro é um forasteiro. Ele é a metafora perfeita para essas coisas. Ele é alguem que aparenta e parece ser humano, mas não é, então ele esta sempre às margens. Quando eu escrevo, eu assumo o ponto de vista do vampiro, eu entendo a agonia de ser um paria publico, alguem que não pertence a nenhum lugar, mas deseja ser parte de algo e gravita para os outros renegados da sua propria espécie.”
 o/a reporter , pergunda como ela se sente com a representação dos vampiros como desinibidos, primitivos, seres sexuais
“Eu sou fã da série. Eu vejo esse ponto como uma parte lógica de tudo. Harris tem expandido a sexualidade que é inerente nessa idéia. Eu não tinha pensado nisso à principio, mas como meus livros prosseguiram, eu envolvi meus vampiros em mais sexualidade. Mas eu não conseguiria ir tão longe como Harris fez, porque eu já tinha dito que meus vampiros não podiam ter relações sexuais, que o ato de beber sangue é orgásmico para eles. Ela esta fazendo isso diferente, dizendo que este bebedor de sangue também deve ser um tigre na cama… Faz sentido!”
a reporter solta a pérola: “Acho que True Blood faz juz ao lobisomens com o Alcide” E Rice toda assanhada diz: “Ah sim, eu gosto de Alcide, e acho o ator Joe Manganiello muito gostoso“…
 
Postado: carolline
Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Livros, Series, True Blood

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s